Os humanistas da direita conservadora e os xenófobos da esquerda progressista

Partilhar

Parece contraditório? A realidade mostra-nos que não.

Aristides de Sousa Mendes foi forçado a terminar precocemente a sua carreira diplomática, era Cônsul português na cidade francesa de Bordéus quando assinou vistos migratórios a mais de 30000 refugiados que fugiam ao regime nazi. Salazar foi impiedoso com a sua heróica actuação e fê-lo morrer pobre e a comer na mesma cantina social onde comeram as pessoas que salvou do holocausto. (ler artigo completo no Público, aqui)

Deixar uma comentário